<![CDATA[∞ - Home]]>Tue, 03 Oct 2017 02:49:57 -0300Weebly<![CDATA[O Medo do Espelho]]>Sun, 17 Sep 2017 16:16:18 GMThttp://poliuniverse.com/home/o-medo-do-espelhoTodas nós já sofremos com a insegurança, com a sensação de que não seríamos boas o suficiente, que não estávamos usando a roupa certa ou até com receio de dizer a coisa errada.
A pressão que colocamos em nós mesmas para sermos aceitas é exaustiva. Mas por quem precisamos ser aceitas? Temos mais medo do espelho do que de qualquer um. É na frente dele que nos julgamos, nos criticamos e nos destruímos. É bem ali que deixamos terceiros nos influenciarem e negamos tudo aquilo que somos em troca de nada. Nada, porque na verdade, o que mais queremos é nos sentirmos bem com nós mesmas, e nos enganamos achando que isso só acontecerá se estivermos agradando a pessoa certa; quando na verdade, a pessoa certa é aquela que já te encara todos os dias, o reflexo que você tanto maltrata.
​Por isso, pare e liste tudo aquilo que gosta em você, seus pontos fortes e qualidades, para reconstruir a sua autoestima. Depois, veja se há algo que você queira mudar porque realmente te incomoda, não por sugestão de alguém. Um corte de cabelo, por exemplo, sempre marca o início de uma nova fase. Em seguida, aceite e abrace quem você é. Afinal, você será sua melhor companhia para o resto da vida. Quem mais te acompanhar, deverá sentir felizardo por estar em sua companhia.
]]>
<![CDATA[Permita-se ser um rio]]>Sat, 19 Aug 2017 14:33:50 GMThttp://poliuniverse.com/home/permita-se-ser-um-rio1887300Sinto um vazio que só parece ser preenchido momentaneamente por lágrimas. Transbordo de dentro pra fora a fim de preenchê-lo, mas tudo escorre com rapidez e a sensação de falta recomeça.
A perda de seus pedaços é inevitável. Ao longo da vida você vai se achando e se perdendo, deixando um pouco de você ir embora sempre que a tristeza aparece. Ela tem o dom de te carregar com ela, te puxar para fora de si mesmo e te derrubar. Cabe a você se levantar, descobrir se há algum outro caquinho pelo caminho que possa ser reacoplado e seguir em frente.
​ A tristeza vem, quer receba ou não um convite. Quando ela bater à sua porta, abra e se permita sentir. Chorar é bom. Deixar seus sentimentos correrem através de você como um rio é libertador. Experimente a catarse e calmaria que surgem depois de ter colocado o que te incomoda no seu devido lugar, fora de você.
]]>
<![CDATA[Há tanta necessidade de atrito?]]>Thu, 08 Jun 2017 22:32:27 GMThttp://poliuniverse.com/home/ha-tanta-necessidade-de-atritoSe o que mais buscamos é paz por que não conseguimos evitar os conflitos? Estamos sem paciência, nos precipitando com julgamentos e usando críticas como alfinetadas. Parece que para sair do tédio precisamos do atrito. Não sabemos viver sem confusão senão a rotina fica monótona.
Na verdade, deveríamos ir em busca da tão sonhada paz refletindo sobre o que está errado e fazendo consertos diários em nós mesmos.
A evolução não depende do atrito, depende da nossa capacidade de adaptação à nossa realidade. Aquele que sobrevive não precisa ser o mais forte, mas deverá ser o mais sábio.
]]>
<![CDATA[Os certificados da vida]]>Thu, 18 May 2017 00:44:39 GMThttp://poliuniverse.com/home/os-certificados-da-vidaPor que em entrevistas levamos em conta apenas as conquistas profissionais?
Por que damos mais peso ao que consta no currículo do que o conhecimento que uma pessoa possui?
Por que não valorizamos mais as aspirações e metas que alguém tem além do papel? Por que não quantificamos determinação e proatividade?
Por que exigimos comprovantes de cursos e não validamos os objetivos que já foram alcançados, os certificados que a vida proporciona?
Por que não prestar mais atenção no ser humano que está na nossa frente?

Existe muito material que pode ser estudado, habilidades que podem ser esculpidas, mas é preciso prestar atenção nas qualidades que podem ser trabalhadas para garantir que boas pessoas se tornem profissionais excelentes.
]]>
<![CDATA[Alguém te entende?]]>Sun, 30 Apr 2017 19:56:42 GMThttp://poliuniverse.com/home/alguem-te-entendeSomos únicos hoje e sempre.

Gostamos de ser originais e diferentes, mas não nos damos conta das implicações disso. Ao assumirmos essa distância, criamos uma parede entre o eu e o outro. 

Então, como podemos esperar que alguém nos compreenda? Qual é o ponto em comum? O que é aquilo que nos une? 

Será que abrimos espaço para alguma semelhança ou só para crítica?
]]>
<![CDATA[Inércia]]>Mon, 10 Apr 2017 14:29:09 GMThttp://poliuniverse.com/home/inerciaSabe aquela força que te prende ao chão?
Sabe aquele sentimento de desmotivação? Sabe aquela sensação que vai além da preguiça?
Sabe aquilo que parece estagnação?

Tudo isso é a inércia. Algo que nos corrói por dentro e nos força a ficar parados no mesmo lugar, por mais que queiramos nos mexer.

Por isso, exercite sempre as suas vontades, por mais pequenas que possam te parecer, pois você não vai querer acabar um dia na cama sem ter forças ou motivação para correr atrás do que quer.

​Lute contra a depressão e qualquer coisa que te empurre pra baixo e contamine sua vontade de viver plenamente. É uma luta diária que só você pode vencer.
]]>
<![CDATA[A síndrome do príncipe encantado]]>Mon, 27 Mar 2017 15:14:22 GMThttp://poliuniverse.com/home/a-sindrome-do-principe-encantadoCrescemos ao som de contos de fada e com narrações de romances épicos. Lindos na teoria e preocupantes a nível celular. Corrompidos por histórias ilusórias, criamos padrões irreais e passamos nossas vidas sofrendo, em busca de algo que nunca encontraremos, que não passa de uma fantasia. Nesse meio tempo, perdemos a chance de conhecer pessoas incríveis e vivenciar momentos que poderiam mudar nossas vidas.
Não há nada de errado em ser romântico. Tenha aspirações, mas entenda que as pessoas são reais, tem qualidades e defeitos e que podem se esforçar por você, mas que não suportarão serem comparadas à desenhos animados e personagens de época.
Viva um romance épico dentro das suas limitações e torne-o real partindo das suas vivências com um parceiro de carne e osso.
]]>
<![CDATA[O que te inspira?]]>Tue, 07 Mar 2017 14:24:35 GMThttp://poliuniverse.com/home/o-que-te-inspiraInspiração é algo muito pessoal, algo que precisa tocar a alma e o coração com leveza e gerar empatia.
Inspiração causa instantaneamente aquela sensação de paz, levanta o ego, resgata energias e oxigena paixões. É capaz de nos emocionar e gerar sentimentos totalmente novos e esperançosos.
O ato de inspirar-se deve ser diário. Envolver-se nesse clima precisa ser genuíno, com uma vontade que vem de dentro, algo mais forte do que você que está disposto a te desafiar.
Aceite o que lhe for proposto e se agarre em uma nova sinergia de ações. Viva inspirado e deixe que a inspiração fale através de você e mostre o seu melhor lado.
]]>
<![CDATA[O que é importante para você?]]>Tue, 07 Mar 2017 14:20:10 GMThttp://poliuniverse.com/home/o-que-e-importante-para-voce3043922Na vida, temos poucas chances de nos depararmos com algumas coisas e com pessoas de quem realmente gostamos, e menos momentos ainda para aproveitarmos de sua companhia.
Por isso, se você encontrou algo de que gosta, se agarre a esse sentimento e não se prenda a bobagens, a coisas pequenas que possam arruinar o tempo precioso que tem juntos.
Dizer que você tem todo o tempo do mundo fica lindo em uma letra de música, mas a verdade é que não sabemos quanto tempo nos resta. Para que passá-lo brigando, se iludindo ou com ganância ao invés de se aproveitar o que é realmente importante para você? Se apegue ao que importa!
]]>
<![CDATA[O medo no relacionamento]]>Tue, 07 Mar 2017 14:15:38 GMThttp://poliuniverse.com/home/o-medo-no-relacionamentoQuando estamos com alguém, nossos medos mais primitivos vem à tona. Passamos a ter medo de tudo e de todos que possam competir conosco: amigos, trabalho, hobbies.. Tudo parece mais assustador quando é o que o outro usa para passar tempo longe de você.
São essas inseguranças que destroem tudo e não o tempo que não passaram juntos. Uma relação pode sobreviver à distância, mas não à insanidade.
Não pressione. Não crie uma obrigação. O outro precisa ter vontade de estar contigo. Caso o contrário haverá um contrato a ser cumprido e não um amor a ser vivido.
]]>